Review: Steins;Gate


Tutturu!

Esse anime engrena a cada episódio ao passar do tempo. “engrenar”, “tempo”, vamos falar sobre esse anime de viagens no tempo! E ele é um anime com uma estória divertida misturado com alguns fatos reais.  O tema viagem no tempo nunca chamou tanto a minha atenção antes, esse realmente me surpreendeu, e tudo isso você encontra em Steins;Gate!

 Informações do Anime: –

Título: Steins;Gate

Título em japonês: シュタインズ・ゲート

Gênero: Ficção científica, viagem no tempo, mistério

Ano: 2011

Total de Episódios: 24

Site Oficial: http://steinsgate.tv/

Diretor: Hiroshi Hamasaki

Estúdio: White Fox

História

O enredo começa com Okabe Rintarō e Mayuri Shina, em Akihabara, indo até o prédio de uma rádio, no dia 28 de julho de 2010. Nesse prédio, Okabe encontra com uma jovem escritora de uma revista de ciências, Makise Kurisu, que passado algum tempo, ele encontra novamente, desta vez deitada em cima de uma poça de sangue. Assim que ele sai do prédio e vai contar sobre o acidente para Itaru Hashida, algo acontece e ele sente que o mundo ao seu redor mudou, apesar de as mesmas pessoas existirem e ele descobre que agora Makise Kurisu está viva.

Sem entender nada, Okabe começa a estudar seu forno microondas e descobre que agora ele consegue enviar mensagens para o passado, alterando assim o futuro. Mas, com essa descoberta, eles começam a ser perseguidos por uma estranha organização chamada SERN, que quer impedir que eles continuem com essa máquina do tempo.

Steins;Gate é uma adaptação da visual novel produzida pela 5pb e Nitroplus e foi lançado em 2009. Em 25 de julho de 2010, Chiyomaru Shikura anunciou em sua conta no twitter que Steins;Gate iria ser adaptado para anime. Mais detalhes sobre a adaptação foram revelados em setembro de 2010 questões na revista Newtype e Comptiq. A adaptação foi produzida pela White Fox e foi ao ar no Japão entre 6 de abril de 2011 e 13 de setembro de 2011. A adaptação foi dirigida por Hiroshi Hamasaki e Takuya Satō, com a composição de Jukki Hanada e música por Takeshi Abo e Murakami Jun. E também em 26 de setembro de 2009, uma adaptação para mangá por Sarachi Yomi foi distribuída ma revista da Media Factory, Monthly Comic Alive em Novembro de 2009. Entretanto o mangá foi lançado antes da visual novel, a história é inspirada pelo jogo.

Personagens Principais

Okabe Rintarō: Okabe é auto-proclamado um cientista louco e algumas vezes se refere a si mesmo com o apelido de Hōōin Kyōma, que também é usado quando ele se apresenta para alguma outra pessoa. Mayuri e Daru o chamam de Okarin. Ele é o fundador do que ele chama de “Laboratório de Experimentos do Futuro” em Akihabara onde ele passa a maior parte de seu tempo. Okabe dá a aparência de ser louco e paranóico, frequentemente se referindo a uma “organização” que é ele, falando consigo mesmo em seu celular, e dando risadas diabólicas. Exemplo: “Alô? Sou eu. Mudança de planos a Organização descobriu tudo. Temos que começar a operação whatever”. Maioria do tempo ele mantêm a sua personalidade arrogante. Está sempre vestido com um jaleco. Como ele experimenta uma viagem no tempo, ele aprende que ele é o único que possui a habilidade de determinar mudanças entre as diferentes linhas do tempo, que é chamado de “Reading Steiner”. O personagem tem 18 anos e é estudante do primeiro ano da Tokyo Denki University.

Makise Kurisu: Kurisu é uma cientista pesquisadora de uma universidade americana, e sabe falar ingês muito bem. Ela teve uma pesquisa publicada em um jornal científico aos 18 anos. Ela não se dá bem com seu pai e não tem falado com ele há muitos anos. Okabe chama ela de assistente ou um número de identificação no laboratório (004), e também como Christina.

Shiina Mayuri: Mayuri é uma amiga de infância de Okabe. Ela gosta de criar fantasias de cosplay e trabalha numa cafeteria chamada “Mayqueen Nyannyan”. Ela algumas vezes chama ela mesma de Mayushii, que também Daru a chama. Ela tipicamente canta tutturū quando ela chega de algum lugar ou se apresenta a alguém. Tem dezesseis anos e está no segundo ano de um vestibular para entrar numa universidade.

Itaru Hashida: Daru é um hacker experiente que conhece Okabe desde quando estavam no colégio. Ele é muito bom em programação e com velhos e novos equipamentos. Ele também é considerado um otaku. Okabe e Mayuri se referem a ele pelo apelido Daru, que é baseado em seu nome Itaru. Okabe algumas vezes chama de Super Hacker. Ele é um grande fã da Feyris. Tem 19 anos e como Okabe, é estudante da Tokyo Denki University.

 Sobre o Anime

Antes de tudo eu quero falar que não sei se a adaptação do visual novel foi muito bem feita, pois eu não joguei o visual novel então não tenho como comentar isso, mas pelo que eu vi o resultado foi muito bom. E ele é um dos poucos animes com a utilização de viagens temporais que eu assisti, e se não o melhor. E o anime se encaixou com as viagens temporais e tudo acabou tendo sentido.

E Steins;Gate tem o elemento de colocar eventos científicos absurdos e dar um mistério à sua narrativa, fazendo com que o espectador fique sempre curioso para o próximo episódio, eu tenho pena das pessoas que acompanharam o anime, pois eu não iria aguentar esperar uma semana pelo próximo episódio. E Steins;Gate conseguiu fazer isso muito bem. No início do anime ele começa meio “morno” depois a temperatura vai aumentando e você não consegue parar de assistir, é muito intrigante.

Pelo que eu fiquei sabendo o ritmo lento do anime acabou prejudicando um pouco, e eu acho que isso só acontece no início pois um pouco mais para frente ele fica muito bom. E é um anime de 24 episódios, ele não precisa ser bom do início ao fim, alguns públicos me deixam enfurecidos com esse pré-julgamento do anime, eles não acompanham até o final e saem negativando o anime sem mesmo entender e presenciar a evolução que o mesmo toma, mas tem uns que são ruim do começo ao fim, mas enfim.

A animação é muito competente e adequada a história. Não há aquelas cenas de ação “contínua”, quando acontece cenas de ação ela é feita com “paradas”, takes, troca de câmeras, foco. E também não é necessário não é? O foco do anime é a ficção científica e toda aqueles fatos de viagem no tempo. E eu não sei vocês mas eu gostei do character design do anime, achei diferente e bem cômico. E achei os sombreamentos utilizados bem competentes. Visualmente eu achei bonito não é nada muito espetacular, mas também não é necessário já que o foco do anime não é sua animação, e acho que o trabalho foi bem feito.

Agora sobre os personagens eu achei eles bem interessantes, pelo menos os principais, pois eles são bem marcantes. Já os personagens secundários eu achei que não foram bem explorados no começo, alguns aparecem por pouco tempo, e ás vezes até sem necessidade. E com o passar dos episódios você começa a perceber que esses personagens secundários tem uma certa e importante importância para o decorrer da história do anime, todos eles se encaixam perfeitamente em devidos acontecimentos.

E um fato curioso sobre Steins;Gate é a presença de John Titor, que é um dos grandes mistérios da humanidade, esse cara se diz viajante do tempo, e que nos anos 2000 apareceu na internet dizendo que veio do ano 2036, é realmente interessante, e Steins;Gate explica isso muito bem. E é como eu falei no começo do post “E ele é um anime com uma estória divertida misturado com alguns fatos reais”.

Cuidado com os spoilers abaixo:

A estória do anime é dividida em 3 grandes partes. Do primeiro episódio até o 12, nós conhecemos um pouco as características do personagens. Tudo muito inocente, mas com algumas mostras de que o anime não será tão feliz a série inteira, para os que já viram tudo, pode ser interessante dar uma olhada em uns pedaços dessa parte. Para ver como a sua opinião vai mudar vendo agora que sabe o fim. Tudo parece muito mais falso agora.

A segunda parte que vai do fim do 12 até o 22. Mostra o Kyouma tentando voltar para a linha Beta em que a Mayuri não morre. Aqui começa a fica um pouco forçado. Apesar de que para a estória funcione bem, teoricamente não funciona. Já que apenas algumas somatórias de ações deveria dar nesse resultado pelo efeito borboleta. Então aqui fica claro que na verdade estamos mexendo com um conceito de destino, mas com outro nome.

A terceira parte vai do 23 ao 24. Quando o Kyouma já descobre o que deve ser feito e chega finalmente ao final feliz que todos esperavam. Muito bom, vemos como o Okabe ama a Kurisu. Eu pensei que o fim tinha um paradoxo e seria sem noção, mas pensando de novo, isso poderia ser resolvido sem problemas. No caso é só o Okabe não esquecer de mandar a Suzuha, na verdade ainda não engoli totalmente, mas não to a fim de discutir muito mais sobre isso

E o anime tem cenas muitos marcantes ao decorrer da estória, um deles é no episódio 19, quando a Moeka isolada no seu próprio quarto fica louca quando o Okabe rouba o celular dela. E outra cena forte que também envolve a Moeka é no episódio seguinte (20) onde mostra o Mr. Braun atirando na Moeka  e após isso cometendo suicídio, e ao mesmo tempo, mostra a filha esperando o pai para tomar o café da manhã, essa eu achei uma das cenas mais fortes do anime.

Agora pra fechar…

Eu assisti Steins;Gate semana passada então eu não sei explicar se ele se destacou muito durante 2011 e a temporada em que pertencia, e eu também não acompanhei muitos animes em 2011, e esse foi um ano que tivemos bons animes.

E mesmo com tantos animes bons, Steins;Gate é maravilhoso , recomendo a todos que gostam de história com originalidade e qualidade, e se você gosta de coisas comoventes e marcantes esse é o seu anime. A parte da ficção científica eu achei bem fácil de se entender, não é nada complicado, você não fica boiando facilmente com os diálogos e explicações, eu pelo menos entendi a boa parte do tempo, e as cenas de humor para dar uma descontraída é realmente engraçada, não é apenas aquela coisa forçada de ficção científica, tem humor também, e esse não desaponta.

O final, embora não fuja de alguns clichês, é um tanto quanto inesperado. Embora muita coisa você consiga deduzir, o fechamento não te decepciona, na verdade você fica bastante contente com o final digno que teve. Mas isso vocês só irão entender quando terminarem de assistir, e tratem de assistir mesmo hein.

E é uma série com uma sensação muito boa, pois ela começa a série te deixando um tanto quanto animado e ao decorrer dos episódios você começa a ficar depressivo e aflito, eu gosto de coisas desse tipo, isso faz com que eu veja cada vez mais os próximos episódios, e eu acho esse elemento necessário em uma série de mistério. O anime tem tudo isso e muito mais, realmente vale a pena. E depois de tudo, acho que esse anime merece estar no meu Top 10.

Nota: 06/06 Yokais.

Anúncios

Publicado em 9 de maio de 2012, em Reviews e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Um dos melhores animes que já assisti, perfeito. A ansiedade que dá nos 3 últimos episódios então nem se fala. Coisa de loco!

  2. Sim, se destacou. Foi considerado um anime “Do Topo”, juntamente com Madoka, No.6 e Mawaru Penguindrum. Quanto ser uma boa adaptação, ele seria um tanto melhor se a novel não existisse, pois por se tratar de uma VN onde existem milhares de finais alternativos e românticos, tudo é basicamente focado nos personagens, então o sci-fi que é o ponto alto da série ficou de lado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: